“Vai devagar… Pensa duas, três, quatro, quantas vezes forem necessárias pra não fazer bobagem. Cuida do teu coração, cuidado com quem você deixa entrar. Espera o tempo passar. Acredita menos… As pessoas não são tão legais quanto aparentam ser. Quem acredita menos, sofre na mesma proporção. Até quando você achar que é verdade, desconfie um pouquinho. Faz bem não se entregar totalmente logo de cara. Se arrisca mais, por você. Tenha coragem para dizer tudo que tens aí guardado. Seja forte para conseguir se manter calada perante alguns. Muda de rumo. Quando te mandarem ir por lá, vai pelo outro caminho. Ou vai apenas, pelo caminho do teu coração. Se você não aguentar mais fingir… Chore. Depois que você acabar de chorar, vai sentir-se mais leve. E então vai levantar a cabeça, lavar o rosto, pôr uma roupa bonita no corpo, um sorriso escandalosamente lindo no rosto e dizer que chega, que você vai é ser feliz. Eu sei, é assim mesmo. E vai funcionar! Não diga “nunca”, nunca. Irônico, não? Mas não diga. Porque essa vida é incrivelmente engraçada. Mais uma coisa. Você não pode ter medo que as pessoas te machuquem, viu. Porque as pessoas vão te machucar de vez em quando, até mesmo aqueles que você mais confia e admira. Não vão fazer por mal, mas somente porque são humanos. Cometemos erros ridículos com pessoas maravilhosas. Faz parte. Não esquece que cada um é cada um. Somos diferentes. Graças a Deus, somos. Vive um dia por vez, sem pressa e sem querer ser mais rápida que o tempo. E por favor, vai ser feliz, que tu ainda tem muito por viver.”
Caio Fernando Abreu.    (via gerberiar)

(Fonte: shakespeareano, via gerberiar)

“Não me pergunte se estou bem, nem eu sei como realmente estou. Tem hora que bate uma tristeza repentina, outra hora uma alegria passageira. E às vezes tudo fica simplesmente meio-a-meio.”
Sabedorias.  (via in-consol4vel)

(Fonte: sabedorias, via inwinterdays)

“Se for para esquentar, que seja o sol;
Se for para enganar, que seja o estômago;
Se for para chorar, que seja de alegria;
Se for para mentir, que seja a idade;
Se for para roubar, que se roube um beijo;
Se for para perder, que seja o medo;
Se for para cair, que seja na gandaia;
Se existir guerra, que seja de travesseiros;
Se existir fome, que seja de amor;
Se for para ser feliz, que seja o tempo todo.”
Desconhecido. (via gerberiar)

(Fonte: florestrelas, via gerberiar)

“Não se afaste. Não me prive de você, da sua presença. Fique, mesmo não tendo nada pra me dizer. Prometo escutar o teu silêncio e fazer o possível pra entender o motivo do teu choro. Te abraçarei e ali permanecerei. Até que eu veja em seu rosto um sorriso.”
Querido John.   (via gerberiar)

(Fonte: florestrelas, via gerberiar)

“Não me peça para voltar atrás, para ficar, para repensar e muito menos para te perdoar. Não me peça nada, pois tudo que eu tinha para oferecer eu já te dei e você não deu a minima.”
David Castro.  (via sufferian)

(Fonte: te-eternizo, via sufferian)

“Então vos digo senhor,
tem horas que sou flor,
outrora viro dor
consequente de um amor
do qual guardei rancor,
mas ao final desse verso,
não sei quem eu sou.”
—Bárbara Beltrão  - Aflorante  (via gerberiar)

(Fonte: aflorante, via gerberiar)

“As vezes a gente ouve tantas vozes em nossas cabeças. Algumas nos dizem pra desistir, enquanto outras nos faz acreditar que ainda vale a pena insistir. O problema é que a gente quase nunca sabe qual voz seguir.”
Querido John                         (via gerberiar)

(Fonte: querido--john, via gerberiar)

“Não preciso estar onde não encontro algum conforto, alguma paz. Não preciso manipular sentimentos para despertar no outro culpa ou responsabilidades que são minhas. Eu posso me fazer feliz e compartilhar esta felicidade com um parceiro, mas não posso cobrar dele o meu bem-estar: isto não é troca, é codependência. Não preciso migalhar absolutamente nada desde que aprendi a me proporcionar verdadeiros banquetes.”
Marla de Queiroz.  (via gerberiar)

(Fonte: t-a-q-u-i-c-a-r-d-i-a, via gerberiar)

“Eu quero casar com você, quero acordar do seu lado, quero brigar com você. Quero mandar você calar a boca mesmo sabendo que você não vai calar, e te calar beijando você. Quero provar todos os dias que eu te amo. Quero te fazer feliz, assim como você me faz. Quero morrer de cansaço ao correr atrás de você, depois de uma guerra de travesseiros. Quero dormir com você naquele sofá apertado depois de assistir o seu filme preferido. Quero morrer de rir ao ouvir você me contando uma piada, por mais sem graça que seja. Quero te acordar com vários beijos. Quero dizer que te amo. Eu apenas quero te fazer feliz, como ninguém nunca fez. E tem sido você, e vai continuar sendo você. Por tanto tempo eu quis, e então você chegou. E entenda que eu não quero mais o travesseiro como companhia… É você que eu quero abraçar a noite inteira. Sentir seu carinho durante o sono, olhar para você enquanto estiver dormindo. Dar beijos no seu rosto só para te despertar. E de manhã, te dar um belo “bom dia” para ficarmos o resto do dia nublado, deitados. Eu quero que você se sinta a pessoa mais feliz do mundo, a única capaz de ser pra mim um sonho em noite de insônia. E eu tô aqui, sabe? Pra conversar, brigar, rir, fazer loucuras. Não precisa me contar o que aconteceu ou porque você tá mal. Só me deixa tentar colocar um sorriso no seu rosto. Confesso que encontrei meu motivo pra sorrir. Encontrei alguém que eu queira dividir a minha cama, meu amor e minha vida. Encontrei alguém que aguentasse meu coração enjoativamente doce, e que suportasse meu humor incrivelmente amargo. Alguém que queira meu amor, mas que tenha minha amizade. Alguém que roube minha confiança e leve meu coração de brinde. Alguém que eu queira dormir de mãos dadas e acordar do lado. Alguém pra ser criança como eu. Alguém que tenha teu tempo todo meu e minha vida toda dele. Alguém que deixe o mundo pra me dar um beijo. Alguém que encontrasse o que procurou a vida toda, aqui dentro de mim. Alguém pra eu contar meu dia e alguém pra falar “te amo”. Alguém pra ser meu, de um jeito bem clichê. Alguém pra eu viver aquilo tudo que eu julgava besteira e que hoje é tudo que eu tenho. Eu quero você. Digo, repito, falo outras mil vezes. De trás para frente, de frente para trás. De canto, de lado, da maneira que for. Eu quero você. Que tenha clichê, ciúmes, malicia, sacanagem, egoísmo, afeto, loucuras, falhas, erros, acertos, perdões, beijos, abraços, pegação, sexo, amor, transa, filme juntinho, dormir de conchinha, mãos dadas, que tenha todas as coisas do mundo, mas que seja apenas entre eu e você.”
Cazuza.    (via gerberiar)

(Fonte: nuncaa-dissee-adeus, via gerberiar)


1 2 3 4 5 6 7 8 9 »
Paper Edge
Design by Athenability
Powered by Tumblr